O aborto

Estima-se que no Brasil, um  milhão de mulheres por ano realizam o aborto, mesmo que  por lei, não seja legalizado. Existem dois casos apenas que recebem aceitação legalizada referente ao ato, ou seja, em situação de estupro ou haja risco em relação a vida materna. Apesar de inúmeros documentários serem apresentados à sociedade concernente ao tema, a conscientização feminina, principalmente das adolescentes atingem um nível extremamente inferior ao esperado.

Além de eliminarem a vida de um ser indefeso, que somente chegou a ser fecundado por irresponsabilidade de determinadas mulheres, as mesmas trazem ao seu corpo danos prejudiciais a saúde, degenerando-o e bloqueando-o para uma possível gravidez desejável futuramente ou mesmo reduzindo seu tempo de vida. Muitos abordam o aborto como algo prático, a ser feito, criticado e depois de algum tempo esquecido por aqueles que se opuseram à decisão porém, o problema ao se principiar, e exalar tais efeitos pode se agravar, provocando hemorragias internas dentre outros efeitos colaterais  que se concretizam na finalização da vida, em morte.

Para que a motivação dessas pessoas aumente de acordo com o aborto,  e seja efetivada, são encontrados ilegalmente em diversos mercados, farmácias e outros pontos de venda, medicamentos, e ervas que são designadas aos chás abortivos, propiciando péssimos resultados e complicações ao usuário. Além destes, são situadas em diversos locais afastados as clínicas clandestinas, que se preocupam apenas em tirar dessas ” mães” o máximo de dinheiro possível, o que não evidencia a apreensão dos mesmos se a paciente resistirá ou não.

Assim, pode-se afirmar que no Brasil, o aborto é crime, a não ser que esteja no contexto entre os dois tópicos aceitos. Nenhuma pessoa possui o direito  de excluir a vida de um ser humano por espontânea vontade, para que isso ocorra  motivos sérios e irreversíveis precisam estar em questão, mesmo que muitos sejam a favor, ainda existem controvérsias. Um assunto polêmico, que gera conflitos perante toda a humanidade, com os quais estão contra e a favor ao caso, terá continuidade por muitos e muitos anos. Desta forma, por conseguinte exponho minha opinião. Para mim, o aborto não carece da legalização de nosso país pois, muitas mulheres possuem o sonho de serem ” mães ” e não conseguem por inúmeros fatores genéticos, e então por que não oferecer essa oportunidade a elas por meio da adoção? Seria um método justo, legal e sem sofrimentos.

Você ainda é a favor do aborto?

Você ainda é a favor do aborto?

Add a comment junho 4, 2009

Mundo tecnológico

Com a evolução da tecnologia, que a cada segundo nos surpreende com as mudanças que consegue provocar nos produtos existentes no mercado, somos literalmente obrigados a seguir o modelo padronizado que a mesma impõe, pois o mundo se estabiliza principalmente sob esses fatores, os quais trazem benefícios e danos á sociedade.

Os benefícios se apresentam mais evidentes do que os danos consignados por essa evolução ligeira. São oferecidos por esses avanços, praticidade, interação, e agilidade, além da modernidade externa e do sistema tecnológico integrado no produto. Atualmente, diversos profissionais de diversificadas áreas, necessitam destes, como principais instrumentos de trabalho, não visualizando outra maneira de articular, aulas, planilhas, cálculos, projetos residenciais e automobilísticos dentre outros, sem a utilização  de determinados objetos.

Além do oferecimento relativo a tecnologia avançada desses meios, buscam progressivamente superar ou similar tais produtos com as necessidades do ser humano, ou com o próprio ser humano, como os robôs produzidos por grandes pesquisadores e cientistas. Existem robóticos, que exercem a mesma função de uma babá,  e outros que exalam os mesmos sentimentos de uma criança. Desta forma, futuramente poderá ocorrer a substituição de específicas criações, pelas próprias pessoas. Entretanto, surge a seguinte questão: Até que ponto esses aprimoramentos atingirá a humanidade?

A semelhança entre os robôs e o ser humano. (Cb2- robô)

A semelhança entre os robôs e o ser humano. (Cb2- robô)

Para a pergunta em questão, não há resposta. O fato de a cada dia os avanços tecnológicos estarem se aponderando de um grande espaço na sociedade, não afirma de modo algum a transformação do mundo orgânico em digital. Portanto, apesar dessas  invenções contribuirem para com o crescimento do mundo, alguns cuidados devem ser tomados para que a empolgação de se adquirir objetos modernos não se resulte em ” consumismo compulsivo”, e não derive na substituição de pessoas (reais), por robôs.

Será que futuramente seremos substituidos por eles? ( robô- babá)

Será que futuramente seremos substituidos por eles? ( robô- babá)

Add a comment junho 3, 2009

A água está acabando?

As informações exibidas por qualquer emissora de televisão, quando o assunto se refere a água potável, são sempre as piores possíveis. Como mostrado constantemente, o desperdício, a falta de conscientização das pessoas e o desgaste desse bem tão precioso, que designa o conceito de ” eterna sobrevivência”, se prevalecem absurdamente em alto índice.

O pensamento de alguns, é o mesmo focado pela maioria. Muitos deixam de realizar determinadas preservações, por acreditar que somente por ser o ” único ” a praticar tais atos, não influirá de nenhuma maneira para a contribuição da mesma. Consciência não é sinônimo de atitude, saber que algumas mudanças elaboradas pelo ser humano poderão ajudar para a manutenção e proteção da água, e não haver prática sobre referentes idéias é o mesmo que visualizar o problema e acuar diante dele.

A frase mais abordada perante todo este contexto, se resulta a seguir: Será que a água do planeta está acabando? De acordo, com inúmeras pesquisas iniciadas por estudiosos, conclui-se que pelo menos no Brasil, este problema colocado em evidencia pelo governo e autoridades que também não se preocupam em resolve-lo e somente em abordar questões para que a população tenha noção do acontecimento, não acontece ainda. A solução está no Aquífero Guarani, que pode conter mais de 40 mil quilômetros cúbicos de água o que é superior a toda água contida nos rios e lagos de todo o planeta. O aquífero está localizado em rochas da Bacia Sedimentar do Paraná e ocupa uma área de mais de 1,2 milhões de km².

Enfim, o problema de restrição da água ainda não se tornou primordial e agravante concernente ao mundo, em especial o Brasil, apesar de algumas áreas serem menos favorecidas com a mesma, como o semi-árido do nordeste, o que não significa pensar ou dar menos importância ao assunto. Da mesma forma que o Aquífero Guarani se posiciona como solução de tal fato, poderá se contradizer ao mesmo, caso a poluição o atinja. Por isso, a conscientização e a prática desses pensamentos, deverão ser de agora em diante aliados, e exercitados pela sociedade, executando prevenções mesmo nas tarefas de casa. Usar água em abundância sem necessidade, é crime e prejudicará não o seu, mais o futuro de seus netos, bisnetos e dos outros seres que nascerão. Não quer dizer que por haver uma solução, a situação não ocorrerá daqui algum tempo.

Essencial á sobrevivência

Essencial á sobrevivência

Add a comment junho 2, 2009

Cultura da violência

Referente á palestra elaborada por Caco Barcellos ( jornalista da GLOBO), a qual nos foi apresentada na cidade de Uberlândia-MG, concernente ao tema ” Cultura da violência”, apresento neste momento os relatos feitos pelo mesmo, abordando estatísticas, fatos e a realidade que atualmente nosso país enfrenta.

A violência no Brasil a cada dia se supera em relação ao número de mortos, e o que se torna mais preocupante é o fato de nem sempre tais pessoas executadas serem culpadas. Isso ocorre, pela intensa batalha de tiroteios entre traficantes e policiais que se predominam nas favelas, atingindo famílias, crianças e trabalhadores honestos que lutam por uma vida, e um mundo melhor. Em nosso país, ao se passarem 15 segundos um ser é executado, de forma brusca e consideravelmente radical pois, além de perder a vida, antes mesmo que seja “finalizado” não possui nenhum direito de se auto-defender, ou de explicação por mais que seja inoscente, a imposição da polícia constantemente prevalece.

Policiais retiram corpo de suposto traficante, morto depois de tiroteio na favela da rocinha.

Policiais retiram corpo de suposto traficante, morto depois de tiroteio na favela da rocinha.

Com base, nas pesquisas realizadas por Caco Barcellos, houve uma totalização relativo ao número de mortos pela tropa de elite, que abordou a seguinte estatística: De 4.200 pessoas executadas por tal grupo, apenas 3 pertenciam a classe média, sendo 4.197 pertencentes á classe baixa. Esta planilha, nada mais é que a confirmação do apoio oferecido pelas autoridades aos corruptos e a comprovação da continuação das injustiças cometidas pelos mesmos, que se acham no direito de realizarem determinadas funções somente por estes seres, estarem inseridos em uma classe inferior as demais, e por preconceito referente a cor dos moradores, mais uma vez, os negros são inferiorizados concernente aos brancos. Entretanto, a cada dez brasileiros presos, oito são brancos.

Metade dos brasileiros, os quais possuem mais dinheiro, e maior cultura afirmam que fariam o mesmo que a tropa de elite, se ocupassem seus lugares pois, como os policiais, integram os pobres a uma categoria baixa resultante de desonestidade, roubo, tráfico e líderes da violência, não abordando outra alternativa a não ser a utilização da tortura ao combate dessas negligências. A tropa de elite mata um jovem a cada 3 horas se pobre, contribuindo progressivamente para o aumento de tais porcentagens indesejáveis. Como exemplo, o Rio de Janeiro, que possui 22% das mortes, provocadas pelo estado.

Enfim, a violência no Brasil crese, se alastra, e se predomina principalmente nas favelas do país, não por serem o ponto primordial dos tráficos, contrabandos, e desonestidade e sim por emitirem esta imagem, independente do que realmente sejam. Desta forma, conclui-se que as corrupções continuarão existindo, e as injustiças consequentemente se elevando cada vez mais.

Mãe expondo o seu pensamento durante uma passeata feita referente a violência.

Mãe expondo o seu pensamento durante uma passeata feita referente a violência.

Add a comment junho 1, 2009

As distintas opiniões sobre a Língua Portuguesa

Baseando-se em textos redigidos por vários autores renomados, podemos afirmar que, apesar de abordarem o mesmo tema, a língua portuguesa, buscam exibir ramificações distintas da mesma, passando aos leitores informações diferenciadas porém, com o mesmo grau de importância. Afinal, os brasileiros possuem o direito de saber  e consequentemente compreender o que atualmente ocorre com o tão falado e escrito português.

Em primeira instância, devemos esclarecer com convicção, que não existe erro na língua, pois tudo o que afirmam como erro, possui uma explicação científica, e ao falar dessa existência, é o mesmo que negar o valor de tais explicações. Todas as formas de expressão verbal tem organização gramatical, ou seja, nada na língua é por acaso, todas as palavras ditas possuem sentido, e se há por exemplo, a troca de letras evidenciando o L pelo R (chicrete,pranta,broco…) não podemos julgar como expressão incorreta porque, se ainda existem essas trocas é por uma tendência muito antiga no português.

Para muitos, a existência de erro na língua ocorre pelo fato da mesma, fugir de um modelo idealizado, padrão. Isso porque, antigamente a gramática tradicional combinava intuições filosóficas e preconceitos sociais, aonde somente os cidadãos de sexo masculino, membros da elite urbana, falavam bem a língua. A língua falada, era ilógica e a escrita literária a única merecedora de ser estudada, definindo-a como uma entidade abstrata e homogênea.

Atualmente, surgem dúvidas que nos levam a reflexões intensivas como a seguir: Será que a internet destruirá a Língua Portuguesa, e o Inglês acabará com nosso idioma? Diante de tantas informações, foi exibida a concepção de que a forma com que os jovens escrevem em seus blogs, chats e o tão acessado MSN, não influirá de nenhuma forma em nossa língua tanto na escrita quanto na fala pois, essa maneira prática de se comunicar com as pessoas, acompanhada do uso de determinadas abreviações, não poderá mudar a gramática, e o pronunciamento das palavras, não articularemos as letras de forma separada como “V.C”, falaremos “VOCÊ” como acontece, esta maneira apenas se resulta em um jeito mais eficiente e moderno de se corresponder com os demais.

Exemplo da escrita " internetês "

Exemplo da escrita " internetês "

Concernente ao segundo tópico relativo as dúvidas que a sociedade nos dias de hoje possui, podemos declarar que o Inglês não acabará com o Português, pois existem milhares de pessoas que possuem tal idioma como referência, aonde tudo o que fazem é expressado através da mesma, incluindo também o fato de não ser somente falada por brasileiros, e  sim por várias pessoas de outros países. Assim, concluimos que o idioma extrangeiro apesar de ter grande influência em nosso país, não será capaz de devastar a língua.

A influência de tais idiomas extrangeiros, não devastará a Língua Portuguesa

A influência de tais idiomas extrangeiros, não devastará a Língua Portuguesa

Add a comment maio 31, 2009

Circo também é cultura

Por extrema curiosidade, e vontade de se iniciar uma pesquisa antropológica e consequentemente concretizá-la, eu e minhas colegas de sala ( estudantes de jornalismo) fomos buscar no circo a essência da cultura, com o intuito de sabermos e relatarmos à todos o que esse meio tem a nos oferecer, qual o seu objetivo, e quais  dificuldades aparecem  e precisam ser enfrentadas no decorrer de seu trajeto.

Uberlândia, uma cidade do interior de Minas Gerais, foi a base para o início do trabalho e conclusão do mesmo. Em primeira instância, assistimos ao espetáculo, e observamos primordialmente a emoção que os artistas conseguem nos transmitir através da alegria, sentimento o qual se tornou desde algum tempo, um precioso remédio para a melhoria do estado emocional de crianças com câncer. Essas pessoas, tendem a passar ao  público, seja qual for sua categoria ( crianças, adolescentes, adultos, e idosos) a importância da felicidade, elevando o humor, a capacidade de sorrir, e as gargalhadas sinceras que geralmente são expressas pelas crianças, relativamente à sua inoscência.

Os palhaços, contorcionistas, mágicos, equilibristas, e os verdadeiros corajosos que enfrentam o tão conhecido ” globo da morte “, nos levam por duas horas á um mundo encantado,  surpreendendo todos ali presente, a cada segundo.

Neste contexto, abordo com maior importância o fato de não realizarem apresentações com animais, exceto o cavalo, e os cachorros que possuem inteligência o suficiente para o aprendizado de determinadas funções, sem que sejam torturados e explorados, como acontece com os demais. Concernente á essas informações, conclui-se que ao invés de apreciarmos um meio cultural que contribui para a divulgação de nosso país, estaremos apoiando a agressividade e o desrespeito com os mesmos.

Entrevista com alguns personagens:

– Mágico:Você acha que o fato de outros mágicos desvendarem os segredos de determinados ilusionismos, irá contribuir para a desilusão das crianças em relação ao número, e acabar com o encanto que as mesmas trazem!?

• Poderia acabar, se mágica hoje em dia não fosse inovada como está sendo. Atualmente, um truque que você já conhecia a fachada dele, existem cinco, seis tipos de se fazer. A cada truque desvendado, seis tipos são criados.

Palhaço: De onde surgem as inspirações para que seja realizada a transmissão do sentimento ” alegria” ao público? Ser palhaço é um dom, ou qualquer pessoa pode aprender?

• As inspirações surgem da harmonia que o público transmite para nós, claro algumas apresentações são ensaiadas, mais a maioria improvisada. E ser palhaço é um dom, é mais fácil fazer as pessoas chorarem, do que sorrirem.

Contorcionistas: Qual a maior dificuldade que vocês enfrentam com a constante mudança do circo, um dia em uma cidade, e no mês seguinte em outra?

– A maior dificuldade acontece para quem tem filhos, em relação a escola. Pois, com a constante mudança do circo a troca de escola também segue o mesmo rítimo, inserindo a questão da transferência, que se torna sempre muito desgastante. Concernente á adaptação da criança, não surge nem uma preocupação pelo costume que já possuem.

Trapezista: Há quanto tempo atua no circo? E como veio a idéia do vestimento de homem- aranha?

•Atuo no circo desde 1985, sempre trabalhando como trapezista. Trabalhei em diversos lugares, com a mesma função porém, nenhum dono nunca tinha mencionado a idéia de me apresentar como o homem-aranha. O ano passado, me transferi para este circo, e pela popularidade que o homem-aranha possui com as crianças, o dono deste circo teve essa idéia. E hoje, aqui estou.

Meio cultural

Meio cultural

Add a comment maio 30, 2009

Preservação Ambiental

Atualmente, existem acontecimentos que preocupam mais a população que outros, como exemplo a destruição do meio ambiente. Levando não só individualmente aos desmatamentos, as queimadas, e poluições mas generalizadamente aos fatores que reproduzirão de forma lenta a catástrofe do mundo.

Através dos meios de comunicação existentes nos dias de hoje, pode se perceber que o futuro dos países, estados e cidades, enfim do mundo tende a cada dia trilhar o caminho do abismo, posicionando-se à direção do aquecimento global e seus aliados. Apesar das divulgações emitidas por rádios, jornais impressos, televisão e internet a conscientização da humanidade referente á preservação ambiental é mínima.

Grande parte da sociedade, sem ao menos tentar praticar atos benéficos à natureza, exprimem em suas argumentações a mesma opinião que milhares de pessoas apresentam, ” sozinho não consigo mudar o mundo”, e são com e por pensamentos assim que tudo se desmoronará mais rápido  que o esperado ou previsto. Entretanto, surgem questões: Por que não ajudar, preservar, e buscar a felicidade ambiental? Por que muitos ainda insistem em agir de maneira contrária ao fato?

O mundo está se degenerando, consequentemente pela falta de conscientização, maturidade e comportamento. Se todos manifestassem interesse e se comprometessem em fazer sua parte, seja da forma que mais esteja ao seu alcance, ou seja, reciclando, jogando os lixos nas lixeiras, amenizando os desmatamentos, trabalhando com madeiras reflorestadas, não praticando queimadas e denunciando aqueles que continuam realizando-as, hoje as estações do ano (verão, outono, primavera e inverno) estariam normais e os climas seriam compreendidos, o que não mais acontece.

” Certa vez, houve um incêndio na floresta, e todos os animas observavam o fogo se alastrar por toda a mata. De repente, viram que o beija-flor buscava água do riacho com o seu bico e levava até o local para tentar amenizar o fogo. Assim, o leão olhou para ele  e disse: “Beijar-flor desiste, você não vai conseguir acabar com o fogo”!. E desta forma o beija-flor olhou para o leão  e o respondeu: ” Mais estou fazendo a minha parte”!. PENSE NISSO.

Cuide do seu patrimônio.!

Cuide do seu patrimônio.!

Add a comment maio 29, 2009

A importância da Leitura

A leitura atualmente, se tornou uma das necessidades primordiais da sociedade. Para se elaborar bons textos, exprimir idéias inteligentes, ter boas argumentações, é necessário o seu compreendimento.

Apesar de uma grande parte da população brasileira não possuir o hábito de ler, o interesse pelos livros, cresce a cada ano um pouco mais. Muitas vezes, alunos, os quais frequentam escolas públicas não são insentivados à passar parte de seu tempo livre, apreciando as diversas histórias, sendo elas fictícias ou reais, que os livros tem para oferecer. A preferência pelo desenho animado emitido pela televisão, ainda se predomina em relação aos contos.

Muitos autores renomados, ao escreverem seus textos e artigos fazem comparação com a questão da nossa fome literalmente, com a fome de se ler livros, tornando evidente que da mesma forma que precisamos se alimentar para nos mantermos vivos, com maior saúde, necessitamos também de conhecimento, e argumentações concretas para uma extensa estabilidade no mercado de trabalho e uma estável convivência com as diversas classes sociais existentes.

Enfim, baseando-se nas informações emitidas pelos distintos autores que abordam essa questão, e nas experiências cotidinas, afirmo que a leitura se aponderou de um vasto espaço perante a sociedade, pois ela tornou-se a base para conquistas profissionais, e convivência humana. Como dito, ” a leitura é alimento” sem ela estaríamos “perdidos”.  

O hábito de ler, começa desde pequeno.

O hábito de ler, começa desde pequeno.

Add a comment maio 28, 2009

Páginas

Categorias

Links

Meta

Agenda

dezembro 2016
S T Q Q S S D
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts