As distintas opiniões sobre a Língua Portuguesa

maio 31, 2009 lorenaoliveira

Baseando-se em textos redigidos por vários autores renomados, podemos afirmar que, apesar de abordarem o mesmo tema, a língua portuguesa, buscam exibir ramificações distintas da mesma, passando aos leitores informações diferenciadas porém, com o mesmo grau de importância. Afinal, os brasileiros possuem o direito de saber  e consequentemente compreender o que atualmente ocorre com o tão falado e escrito português.

Em primeira instância, devemos esclarecer com convicção, que não existe erro na língua, pois tudo o que afirmam como erro, possui uma explicação científica, e ao falar dessa existência, é o mesmo que negar o valor de tais explicações. Todas as formas de expressão verbal tem organização gramatical, ou seja, nada na língua é por acaso, todas as palavras ditas possuem sentido, e se há por exemplo, a troca de letras evidenciando o L pelo R (chicrete,pranta,broco…) não podemos julgar como expressão incorreta porque, se ainda existem essas trocas é por uma tendência muito antiga no português.

Para muitos, a existência de erro na língua ocorre pelo fato da mesma, fugir de um modelo idealizado, padrão. Isso porque, antigamente a gramática tradicional combinava intuições filosóficas e preconceitos sociais, aonde somente os cidadãos de sexo masculino, membros da elite urbana, falavam bem a língua. A língua falada, era ilógica e a escrita literária a única merecedora de ser estudada, definindo-a como uma entidade abstrata e homogênea.

Atualmente, surgem dúvidas que nos levam a reflexões intensivas como a seguir: Será que a internet destruirá a Língua Portuguesa, e o Inglês acabará com nosso idioma? Diante de tantas informações, foi exibida a concepção de que a forma com que os jovens escrevem em seus blogs, chats e o tão acessado MSN, não influirá de nenhuma forma em nossa língua tanto na escrita quanto na fala pois, essa maneira prática de se comunicar com as pessoas, acompanhada do uso de determinadas abreviações, não poderá mudar a gramática, e o pronunciamento das palavras, não articularemos as letras de forma separada como “V.C”, falaremos “VOCÊ” como acontece, esta maneira apenas se resulta em um jeito mais eficiente e moderno de se corresponder com os demais.

Exemplo da escrita " internetês "

Exemplo da escrita " internetês "

Concernente ao segundo tópico relativo as dúvidas que a sociedade nos dias de hoje possui, podemos declarar que o Inglês não acabará com o Português, pois existem milhares de pessoas que possuem tal idioma como referência, aonde tudo o que fazem é expressado através da mesma, incluindo também o fato de não ser somente falada por brasileiros, e  sim por várias pessoas de outros países. Assim, concluimos que o idioma extrangeiro apesar de ter grande influência em nosso país, não será capaz de devastar a língua.

A influência de tais idiomas extrangeiros, não devastará a Língua Portuguesa

A influência de tais idiomas extrangeiros, não devastará a Língua Portuguesa

Entry Filed under: Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

maio 2009
S T Q Q S S D
    jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: